BOBSLEIGH E MONOBOB: EMOÇÕES VELOZES DE INVERNO

A OMEGA tem vindo a cronometrar as provas olímpicas de bobsleigh desde a década de 1930 e, em 2002, através da sua associação com a Fédération Internationale de Bobsleigh et de Toboganning (FIBT). Mais recentemente, tivemos uma participação ativa na implantação de um desporto novo e entusiasmante: o Monobob.

BOBSLEIGH: OUTRA GRANDE EXPORTAÇÃO SUÍCA

O bobsleigh é um dos mais espetaculares desportos de inverno, que se distingue por uma corrida carregada de adrenalina e pelo estimulante espírito de equipa. Sendo originário do país natal da OMEGA, faz sentido estarmos tão interligados, nomeadamente através da cronometragem da modalidade nos Jogos Olímpicos e nos eventos da FIBT.

CRONOMETRAGEM DO BOBSLEIGH: ATÉ UM MILÉSIMO DE SEGUNDO

A velocidade é crucial ao longo de toda a corrida de bobsleigh. Um décimo de segundo de vantagem na partida pode transformar-se em três décimos de segundo na meta. A OMEGA cronometra a fração de segundo que separa os vencedores dos restantes participantes.

O OMEGA MEASUREMENT UNIT

Com os seus três sensores, o OMEGA Measurement Unit disponibiliza os dados importantes do momento – incluindo velocidade, força-g e velocidade angular – aos adversários e respetivas equipas, assim como aos telespectadores, ao longo de toda a corrida.

FOTOCÉLULAS DE INFRAVERMELHOS DA OMEGA

Os nossos cronometristas colocam pares de fotocélulas vermelhas e infravermelhas ao longo dos trajetos. São utilizadas para medir a partida, os tempos intermédios e finais e as velocidades máximas alcançadas pelos adversários à medida que se aproximam da meta.

MONOBOB: UM DESPORTO DE INVERNO NOVO E DINÂMICO

Em 2011, a OMEGA teve um papel ativo no desenvolvimento do Monobob, um desporto de inverno dinâmico, ideal para principiantes nos competitivos desportos de inverno. Trabalhámos em estreita colaboração com a Swiss Sliding e assumimos o título de patrocinador oficial das séries OMEGA Monobob.

“A apresentação do Monobob permite a uma série de novos atletas iniciarem-se neste desporto e a parte divertida estará provavelmente mais em destaque do que os recentes desenvolvimentos científicos relacionados com a modalidade.”

Nick Hayek